Sanchez saindo da "seca"

Raniery Medeiros | 03/10/2012

Mais uma vez eu faço questão de aplaudir o mestre Victor.

Pude assistir ao jogo e perceber que Alba e Dani Alves ainda não encontraram a sintonia para que um vá ao ataque e o outro fique. Mas é questão de tempo.

Pude perceber uma queda do Busquets na marcação. Acredito que seja algo físico. Caiu muito de produção e, sendo assim, os espaços foram dados ao benfica em alguns raros momentos do jogo.

O que dizer do Fàbergas e Xavi alternando posições e dando maiores opções ao Messi, que novamente voltou a buscar o jogo, dando dinamicidade aos pontas (Alexis e Pedro).

Tito vem dando maior liberdade ao Fàbergas quando enxerga que o adversário já não mais vai pressionà-lo tanto. Sendo assim, cria o fator surpresa e rende várias tabelas com Messi.

O que ainda está em falta é a saída de bola. O Tito, ao contrário do Pep, colocou o Xavi pra fazer essa função. Ainda tem sido um problema que, com o tempo, pode ser resolvido.

Quanto ao Benfica...fiquei decepcionado. Acreditei que o Aimar seria titular. Até pra dar maior qualificação no passe e parar um pouco mais o jogo diante de um Barcelona com possa de bola "anormal".

Não gostei da função defensiva do Bruno César. Precisava compactar e ajudar na marcação. Mas isso o esgotou fisicamente. Viveu de bolas paradas. E quem o acompanha, sabe que ele tem o apelido de chuta-chuta não a toa.

Victor,
obrigado por mais uma aula.

Abraço!

Novo comentário